A importância dos ecopontos para São Paulo

São Paulo é uma cidade enorme, com uma população de 12,18 milhões de habitantes. Já pensou se cada cidadão descartar de forma incorreta o seu lixo produzido? A cidade está implantando vários ecopontos, em todas as regiões.

Ecopontos são espaços disponibilizados para a coleta de objetos e materiais que não devem ser descartados no lixo comum, devido ao seu grande volume, à necessidade de tratamento específico para suas peças ou componentes e ao seu potencial de contaminação.

O objetivo do Ecoponto é possibilitar a destinação correta desses utensílios, evitando seu abandono em ruas, calçadas, terrenos baldios e seu descarte final em lixões ou aterros sanitários, situações que podem acarretar em danos ambientais e na qualidade de vida da população.

De acordo com um levantamento feito pela Prefeitura de São Paulo, entre janeiro a abril desse ano, a cidade estava com mais de 2,5 mil pontos de descarte irregular de lixo.

Além da sujeira estar por toda cidade, o problema maior são as doenças que se proliferam, pela presença de ratos, baratas e mosquitos. Dos ratos, o risco é a transmissão de leptospirose. Segundo, a chefe da Divisão de Zoonoses e Intoxicação da Secretaria de Saúde, esta é uma doença endêmica transmitida por uma bactéria encontrada na água contaminada ou na urina dos roedores.

Já com as baratas, o problema é por onde elas passam. No lixo, estes animais podem ter contato com resíduos orgânicos como restos de papéis higiênicos, ou outros focos de bactérias e, ao entrarem nas casas, levam junto o risco de doenças.

Por isso, a importância em descartar cada lixo produzido corretamente. Eu, como médico e vereador participo e apoio ativamente essa causa e o aumento dos ecopontos.

Entre no nosso site e confira os locais de descarte correto pela cidade: http://natalini.com.br/ecopontos-de-sao-paulo/

Vamos juntos nessa causa!