Câmara Municipal discute “Dicas de Segurança na casa do idoso e prevenção de quedas via APP”

A Câmara Municipal de São Paulo, através do vereador Gilberto Natalini (PV) e da empresa APOIO, realiza encontro temático para a terceira idade, com o tema “Dicas de Segurança na casa do idoso e prevenção de quedas”. O evento aconteceu no dia 8/10, das 9h às 11h, no Auditório Prestes Maia. Os palestrantes foram Josiane Scarpini Gerson- Personal Organizer e Especialista do lar e Rogério Afonso Robl- Fundador da MSR Tecnologia Eireli- distribuidora do APP Alemão Lindera no Brasil.

O evento foi dividido em duas apresentações.

Josiane Scarpini Gerson abordaou o tema “10 dicas de Segurança na casa do idoso”, que discutirá Adequação da casa e seus ambientes, melhorias na circulação e segurança; Harmonização dos móveis e melhor disposição, evitando acidentes; Iluminação, natural, artificial, ventilação; Organização ideal para o idoso, roupas e objetos de uso frequente e Como guardar as lembranças e o afeto transmito aos objetos

Já Rogério Afonso Robl, abordou o tema “Prevenção de quedas em idosos via App: como a tecnologia pode ajudar”. Sua palestra apresentará de forma prática como a tecnologia pode contribuir para a identificação dos fatores de risco de quedas entre idosos e geração de medidas preventivas cientificamente comprovadas.

Fraturas ósseas por quedas são um sério risco para os idosos. As quedas, assim como a infecção urinária e pneumonia, representam uma das principais causas de internação das pessoas idosas, mas que podem ser evitadas. A prevenção é fundamental.

O App Lindera, desenvolvido na Alemanha, identifica se o idoso corre o risco de cair na sua vida cotidiana. O aplicativo modela a imagem tridimensional da marcha do sênior por meio de uma gravação de vídeo. Isso é feito com uma simples câmera de smartphone, na própria residência do idoso e sem a necessidade de sensores ou equipamentos caros de análise. Com base nas imagens, o App faz medições: qual é o comprimento e altura do passo, como o tronco está inclinado, qual a velocidade que a pessoa caminha? De acordo com as diretrizes médicas e de cuidados a idosos, o algoritmo Lindera determina o grau de risco de a pessoa cair.

No mundo analógico, um médico, enfermeiro ou outro profissional de saúde olha para o idoso, examina como ele anda, faz algumas perguntas e depois faz uma avaliação do risco de queda. O aplicativo digitaliza esse processo e recomenda ações preventivas personalizadas- aconselha o que os cuidadores e demais profissionais de saúde podem fazer junto com os idosos para reduzir o risco de queda. Por exemplo: treinamento de equilíbrio, fisioterapia para corrigir o comprimento do passo ou a inclinação do tronco, ajustes na altura do andador, eliminar perigos do ambiente, revisar a medicação na próxima consulta médica.

“O mundo está envelhecendo e cada vez mais as famílias precisam achar técnicas para proteger os idosos dentro e fora de casa. Um dos maiores problemas dos idosos são as quedas. A palestra de hoje segue nessa linha”, disse Natalini.

Mais informações sobre os cursos para cuidadores de idosos e encontros temáticos no site apoiosaudebemestar.com.br