Escola do Parlamento discute transporte coletivo

A Câmara Municipal de São Paulo mantém a “Escola do Parlamento”, um organismo para promover cursos e seminários discutindo questões fundamentais para a cidade e promovendo o debate sobre políticas públicas. Os eventos são abertos a inscrições de funcionários e munícipes em geral.

IMG_20160217_194744976

Em 17/02, das 19:00 às 22:00, houve o seminário “Transporte coletivo: questões e desafios” com palestrantes do IPEA, SPTrans e USP. Discutiu-se bastante o quadro atual e o que resultaria da nova licitação de R$ 70 bilhões por 20 anos renováveis por mais 20 e ora suspensa pelo TCM que apontou 50 falhas no edital.
O Vereador Natalini se manifestou contra o fato de não se prever veículos não poluentes, indo ao encontro da meta da PMMC – política municipal de mudanças climáticas, entre outros aspectos. No debate, Marcelo Morgado, assessor de meio ambiente e que representou o Gabinete, levantou o ponto acima, lembrando que durante a COP21 o Vereador se reuniu com vice-prefeita de Paris que informou que até 2018 todos os ônibus serão híbridos-elétricos (80% da frota) ou a biodiesel B100. Por aqui, ao contrário, se lança um edital para daqui a 40 anos ainda termos ônibus a diesel rodando, quando 4500 paulistanos morrem precocemente por conta da poluição do ar. A questão infelizmente não foi respondida pela representante da Prefeitura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *