Meio Ambiente

O vereador Natalini é ambientalista e se dedica a solucionar os problemas ambientais e sociais da cidade de São Paulo.

Defender as áreas verdes e de mananciais é prioridade do mandato. Natalini sempre participou ativamente das lutas para a criação de novos parques na cidade. É o caso do Parque dos Búfalos, no Jd Apurá; Parque da Brasilândia, na Zona Norte; Parque da Mooca, na Zona Leste; Parque do Bixiga, no centro e tantos outros.

Ao longo dos últimos meses, Natalini tem denunciado e cobrado ações efetivas dos governos municipal e estadual para conter a imensa devastação das áreas verdes de Mata Atlântica remanescentes na cidade, especialmente na região de Parelheiros.

Natalini foi um dos articuladores da Lei nº 14.933/2009 que estabeleceu a Política de Mudança do Clima em São Paulo e, antes mesmo da cidade se atentar para esse importante questão, Natalini propôs uma série de ações para minimizar as consequências do aquecimento global no Município. É o que se apresenta na Lei nº 13.309/02, a qual dispõe sobre o reúso da água não potável; Lei nº 14.723/2008, que institui o Programa de Reaproveitamento de Madeira de poda de Árvores, além de dezenas de mutirões de plantio e tantas outras.

Mais recentemente, com amplo apoio da sociedade civil, Natalini apresentou um substitutivo ao projeto de Lei (PL nº 300/2017), que estabeleceu a redução de emissões de poluentes atmosféricos e gases de efeito estufa da frota Municipal de ônibus. O projeto de Lei foi aprovado passando a vigorar a Lei nº 16.802, de 17 de janeiro de 2018.
A redução do uso de agrotóxicos, a promoção da agricultura familiar e a alimentação saudável também são preocupações do mandato.  Natalini é autor da Lei de Merenda Orgânica (nº 16.140/2015), que prevê a inclusão de alimentos orgânicos na alimentação escolar da rede municipal de São Paulo e o Projeto Lei nº 410/2018, que proíbe o uso e comercialização de 14 tipos de agrotóxicos, extremamente nocivos para saúde humana, os quais já são proibidos em vários países.
Há 18 anos é realizada em São Paulo a Conferência de Produção Mais Limpa e Mudanças Climáticas, que tem como um dos objetivos intermediar o diálogo entre cidadãos, instituições, iniciativa privada e governo, de modo a aprofundar a discussão sobre os três pilares da sustentabilidade: ambiental, econômico e social e propor políticas públicas. Esse evento é fruto da Lei de autoria do Vereador Gilberto Natalini (PV), que é o proponente e presidente da Conferência.