Natalini estuda com uma lupa o edital de concessão do Parque Ibirapuera

O vereador Gilberto Natalini (PV/SP) reuniu-se com representantes da sociedade civil, Conselho Gestor do Parque Ibirapuera, Parque Ibirapuera Conservação, CECCO, Associação da Vila Mariana e o Jornal Pedaço da Vila para discutir a concessão do Ibirapuera. O parlamentar está estudando com uma lupa o edital de concessão do parque. 

Natalini incluiu na Lei 16.703/2018, referente a Concessões, o §7º, do artigo 9º, que diz que as concessões e permissões de parques e praças deverão garantir a manutenção dos serviços ambientais, suas funções ecológicas, estéticas e de equilíbrio ambiental, observadas as regras de manejo arbóreo, proteção das nascentes, cursos d’água, lagos, fauna, flora e permeabilidade do solo.

O atual edital de Concessão do Parque Ibirapuera é muito vago e não garante a execução do plano diretor prévio. Com isso não fica claro o que poderá ser feito pelo concessionário.  

“Parque é parque e clube é clube. Não podemos permitir que o concessionário transforme o parque do Ibirapuera em um clube, reduzindo os serviços ambientais do local”, disse Natalini. 

Foi convocada para o dia 25/02, às 19h, na Sala Tiradentes da Câmara Municipal de São Paulo uma reunião aberta para discutir a Concessão do Parque Ibirapuera. Estão sendo convidados representantes da Prefeitura, sociedade civil, conselho gestor e todos os demais interessados. Todos estão convidados. 

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

You must be logged in to post a comment.