Hoje é Dia nacional do Livro!

Hoje, 29 de outubro comemora-se o dia nacional do livro. Uma data importante que não surgiu aqui no Brasil.

A história começou em Portugal, quando foi disponibilizado um acervo bibliográfico muito rico, oriundos da Real Biblioteca Portuguesa, em torno de 60 mil objetos, desde livros a medalhas, moedas, manuscritos, mapas, entre outras utilidades. As primeiras acomodações da Biblioteca foram em salas do Hospital da Ordem Terceira do Carmo, no Rio de Janeiro.

A escolha da data foi pela transferência da mesma para outro local, no dia 29 de outubro de 1810, fundando-se assim, a Biblioteca Nacional do Livro, pela coroa portuguesa.

O nosso país tem um grande problema nesse sentido. Temos atualmente 11,8 milhões de analfabetos, de acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), do IBGE – dados de 2017. E consequentemente, o nosso país é o 2º a estar fora da realidade, por conhecimentos gerais dos assuntos factuais, atrás apenas da África do Sul, segundo a pesquisa Perigos da Percepção 2017, do instituto Ipsos Brasil.

Apoiamos diversas iniciativas voltadas à leitura, como é o caso projeto referente aos livros sobre meio ambiente para crianças nas escolas das autoras Sandra Marcondes e Rachel Biderman em 2010 e, na mesma época, auxiliamos em um projeto virtual, de autoria do escritor e professor Valente Colli, que dispunha sobre medidas voltadas à alfabetização no município de São Paulo.

Em 2011, com emenda de nossa autoria, reformamos a Biblioteca Prestes Maia em Santo Amaro, a principal da região, com diversos elementos históricos de referência ao bairro. A reforma foi ao encontro do programa Cultura na Praça, com atrações culturais para apresentações semanais no coreto da Praça Floriano Peixoto. É indispensável oferecer espaços culturais públicos de qualidade.

Também, participei e escrevi livros importantes, entre eles 450 anos de história da medicina paulistana; Os Médicos de Cangaíba (Judith Patarra e Associação Popular da Saúde); Por uma São Paulo mais Sustentável e Mudanças Climáticas: do global ao local.

A leitura é fundamental para melhorar a educação do país. Vamos nessa?

Gilberto Natalini- Vereador PV/SP