Partido Verde da capital se reúne com Natalini

No sábado, 22 de fevereiro, dirigentes, militantes e postulantes às eleições 2014 pelo Partido Verde se reuniram nas Bacias 4 (Mooca) e 3 (Limão), na cidade de São Paulo, com o vereador e médico Gilberto Natalini, postulante ao governo do Estado na convenção do PV, dirigentes do partido como o presidente municipal Carlos Camacho, os dirigentes estaduais Hélio Amorim e Ricardo Teixeira e o postulante pela convenção da legenda a deputado federal William Woo.
Foram recebidos na Bacia 4, na Mooca, zona leste da cidade, por 200 pessoas, entre dirigentes, militantes e simpatizantes, e por cerca de 100 pessoas na Bacia 3, no bairro do Limão, zona norte da capital.

Bacia4Mooca03-22-2-14

Na pauta dos encontros os desafios da legenda para o ano de 2014. Na avaliação de Natalini, é possível mostrar que o Partido Verde tem bons quadros e que luta pelo bem estar das pessoas e pela preservação do meio ambiente por meio de políticas públicas. “Como médico ao longo da minha carreira já operei 17 mil seres humanos e os ajudei. Podemos ajudar milhões de seres humanos com uma política verdadeira e transparente”, afirmou Natalini. “Acredito que podemos fazer o bem por meio da medicina, da amizade e da política”.

Bacia3Limao22-2-14

O postulante ao governo do Estado na convenção da legenda afirmou que se sente muito à vontade no partido. “Me sinto como um peixe dentro d’água no Partido Verde.”
Segundo ele, o que faz a diferença é a união de quem faz parte do Partido Verde, dos militantes, dirigentes e simpatizantes, pessoas que compartilham crença de vida e de luta pelo meio ambiente. “Esta união de vocês é que vai resultar em votos, juntos somos uma força política muito forte no Brasil. Temos o Eduardo Jorge como postulante à Presidência pela convenção do Partido Verde, uma pessoa de honra ilibada, excelente quadro do Partido Verde”.

Bacia3Limao03-22-2-14

Giro pelo Estado
Desde dezembro, Natalini com apoio e companhia de dirigentes estaduais e municipais está fazendo um giro pelo interior do Estado de São Paulo. Na pauta o fortalecimento do Partido Verde e o debates dos valores e propósitos da legenda em 2014.
“O Partido me convidou para ser postulante ao governo do Estado na convenção. Eu disse que era muita areia para o meu caminhãozinho e me disseram: – Faça várias viagens”, contou. “Eu aceitei o desafio, não corri da raia.”
Natalini afirmou que o Partido Verde tem história, bons quadros e não tem nenhum “arranhão moral”. “Já andei quase 80 cidades do Estado e todo lugar o PV é muito bem recebido, bem aceito. Já confundo minha mulher com o broche do PV (risos)”, afirmou se referindo a tamanha dedicação à legenda e à população paulista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *