Comitê de Chuvas e Enchentes ouve o DAEE sobre obras na cidade

Em reunião na tarde desta quinta-feira (25/4), o Comitê Extraordinário de Chuvas e Enchentes recebeu cinco representantes do DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica) de São Paulo. Eles falaram sobre as obras em andamento e impactos que elas podem ter na ocorrência de enchentes na cidade.

Logo no início, o engenheiro e diretor Sílvio Luiz Giudice explicou a função do DAAE, que é a de gerir os recursos hídricos do estado de São Paulo. Ele também apresentou um histórico das inundações registradas na capital.
 Entre as obras para minimizar os problemas enfrentados pela população, Giudice destacou as intervenções no rio Tietê, como o aumento da calha fluvial e a preservação das várzeas. “Além disso, sempre estudamos a criação de reservatórios de armazenamento, conhecidos como piscinões. Atualmente, três estão em construção”, explicou.
Quanto ao desassoreamento dos diversos rios da cidade, Giudice revelou que, diariamente, são retirados 5 mil metros cúbicos de resíduos, o que equivale a duas piscinas olímpicas. O gasto diário chega a R$ 200 mil.
Presidente do comitê, o vereador Gilberto Natalini (PV) avaliou a reunião como “bastante positiva”. Para ele, ao final dos trabalhos, a situação da cidade poderá ser diferente. “O aquecimento global faz com que as chuvas sejam cada vez mais intensas. Temos que dar nossa contribuição para que a cidade esteja mais bem preparada e possa enfrentar isso”, afirmou Natalini.
Representantes das empresas Inova e Soma, responsáveis pelo recolhimento de lixo no município, também foram convidados para a reunião, mas não compareceram.
Um requerimento foi aprovado com o convite para representantes do IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas), órgão vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo, comparecerem a uma futura reunião do comitê para falar sobre os riscos de erosão nos rios da cidade.
Fonte: Site Câmara Municipal de São Paulo/ Foto: Luiz França / CMSP

About natalini

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *