CET coloca nova placa de denominacao no tunel da avenida Paulista

Conforme comunicou o vereador Natalini, a CET colocou a placa de denominação do túnel que faz a ligação viária existente entre as Avenidas Paulista e Rebouças. O túnel recebeu nova denominação em homenagem ao escritor José Roberto Fanganiello Melhem através de lei do Vereador Gilberto Natalini.

 

 

A antiga denominação precisou ser alterada pois Antonio Bias da Costa Bueno já é o nome de outro logradouro público de mesma espécie. 

 

Quem foi José Roberto Fanganiello Melhem.

Nascido em São Paulo, Capital, em 1944, viveu dos três aos 18 anos de vida em São Vicente no litoral paulista onde estudava no Colégio Canadá. Formado no ensino médio voltou a residir na Capital, para realizar seus estudos universitários na faculdade de direito do Largo São Francisco.

Apaixonado pela idéia de um mundo mais justo, democrático e igualitário, fez a sua parte através de uma militância política que nunca interrompeu, mesmo quando foi preso e torturado durante a ditadura militar devido a sua participação no partido comunista e luta por eleições diretas.

Além do trabalho como advogado ocupou vários cargos públicos com a democratização, destacando-se na função de Secretário Adjunto da Secretaria Estadual de Administração (gestão Luis Antonio Fleury Filho) e, em seguida, como o Presidente do CONDEPHAAT – Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico – órgão do Governo do Estado de São Paulo (nas gestões Mário Covas e Geraldo Alckmin). No CONDEPHAAT foi o presidente que por mais tempo presidiu o órgão e durante seus mandatos dobrou o número de bens tombados no Estado estabelecendo umo novo significado a preservação.

Melhem foi também escritor. É Autor de três livros de contos, o primeiro deles Moscas (Editora  Página Viva), foi publicado em 2000 , Antologia de Contos da UBE (em parceria com seus colegas da União Brasileira de Escritores) e Uma tarde destas os dois últimos publicados posteriormente a sua morte.
Por ocasião de seu falecimento era membro dos Conselhos Curador da Fundação Padre Anchieta e de Administração do Instituto de Pesquisa Tecnológicas—IPT.