Heróis e Mártires da Segunda Guerra Mundial foram homenageados

O Vereador e secretário Gilberto Natalini, vereador Caio Miranda Carneiro e as entidades Sherit Hapleitá, B´nai B` Rith e UNIBES realizaram sessão solene em recordação aos heróis e mártires da segunda guerra mundial. Fizeram parte da mesa diretora: Vereador e secretário Gilberto Natalini, vereador Caio Miranda,  Sr. Dori Gorem- Cônsul Geral de Israel em SP, Bruno Laskowsky- presidente da FISESP, Zeila Sliozbergas- Presidente da B´nai B´Rith,  Thomas Venetianer– Sobrevivente do Holocausto, além de FEB, Marinha, Aeronáutica e entidades judaicas.

18301902_1396927737039504_8706342514838729937_n

As entidades comunitárias em diversos estados brasileiros se uniram na promoção de vários eventos para homenagear os heróis e mártires da 2ª Guerra Mundial, incluindo os que pereceram no Holocausto, os sobreviventes da perseguição nazista, os que lutaram a favor da democracia como os pracinhas da FEB e os soldados brasileiros judeus que se integraram nesta luta.

18301694_1396936307038647_3753615994726956957_n

A Sessão Solene em Comemoração ao Dia da Recordação dos Heróis e Mártires da II Guerra Mundial, instituído pela Lei Municipal nº 11.844 de 1995, aconteceu no dia 8 de maio, às 19 horas, na sede da B´Nai B´Rith do Brasil. Desde 1995 vem se realizando essa sessão solene, e já foi sediada por diversas entidades como Câmara Municipal de SP, Fisesp, Centro de Cultura Judaica, A Hebraica de São Paulo e Macabi.

18301144_1396927743706170_6796600963293628065_n

“O Holocausto é sem dúvida nenhuma o evento mais trágico nos anais do povo judeu e provavelmente também um dos mais calamitosos na história da humanidade”, disse Dori Gorem, Cônsul Geral de Israel em São Paulo.

18301863_1396927807039497_1653784901559807628_n

Como nos anos anteriores, a Sessão Solene contou com a presença de alunos das escolas públicas e autoridades da Força Expedicionária do Brasil- FEB. Na ocasião, sobreviventes do Holocausto acenderam seis velas em memória dos 6 milhões de judeus que pereceram e representantes da FEB acenderam uma vela em memória dos pracinhas.
A Orquestra de Cordas Laitare, sob a regência da Maestrina Muriel Waldman  e os alunos da EMEF Olavo Pezzotti abrilhantaram o evento com apresentações culturais.
“Realizo essa Sessão Solene há 15 anos, o Holocausto existiu e esse fato precisa ser lembrado para que nunca mais se repita. Em homenagem a todos os sobreviventes do Holocausto, daremos continuidade a esta Solenidade, até quando for possível”, disse o secretário Gilberto Natalini.

About natalini

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.