‘Lambanças do PT fizeram ressurgir fascistas como Bolsonaro”, diz Natalini

O vereador Gilberto Natalini (PV-SP) repudiou declaração do deputado Jair Bolsonaro que, ao discursar na Câmara dos Deputados no último domingo (17), fez uma saudação em homenagem ao coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, o notório torturador que serviu à ditadura militar (1964 – 1985). “Ustra foi um monstro que seviciou muita gente, protagonista em dos piores momentos da história do Brasil”, disse Natalini.

nislo-07-03-14-5

Natalini testemunhou os crimes de Ustra, sendo ele mesmo vítima das torturas praticadas pelo militar. “Ao elogiá-lo, Bolsonaro desrespeita milhares de brasileiros que foram torturados por defender a democracia durante o regime dos generais”, afirmou o político do Partido Verde de São Paulo. Conforme Natalini, “as lambanças do PT desmoralizaram a esquerda e acabaram dando força a políticos fascistas, como o senhor Bolsonaro”.
Crítico da corrupção e do mar de lama que tomou conta do Brasil e provavelmente culminará com o impeachment da presidente Dilma Rousseff, Natalini frisou: “Nada justifica a tortura. Independentemente das orientações dos governos, que são de direita ou de esquerda, é inaceitável a prática da tortura, seja por motivações políticas ou como método criminoso de investigação policial”.

About natalini

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.