O leito do rio Tamanduateí está totalmente assoreado

O vereador Gilberto Natalini (PV/SP) vistoriou na manhã desta 5ª feira (5),o Rio Tamanduateí,  para avaliar in loco o grave assoreamento no leito do rio. 

“Fiquei muito estarrecido com o enorme volume de sedimentos acumulado nos dois trechos onde estive (foz no Tietê e próximo ao Mercado Municipal), que afloram a superfície, restringindo o fluxo das águas.  Pelo que obtive de informações, tal situação persiste ao longo dos 12,4 km em que o corpo d´água corre no município e à montante, ao longo dos 35 km,  desde a nascente em Mauá. A vazão nominal da calha retificada é de 484 m³/s, mas no quadro atual não comportaria nem metade disso, sendo que o pico nas chuvas torrenciais de verão supera 800 m³/s. Mais incrível ainda foi não haver notícia de limpeza / dragagem no passado recente, que poderia desobstruir a seção e restabelecer o fluxo”, disse Natalini. 

O Plano Diretor de Macrodrenagem previu 37 piscinões na bacia do Tamanduateí com volume de detenção total de quase 7 milhões de m³ e dos quais 18 foram concluídos.  Não obstante ser evidente que os piscinões fazem parte das soluções de macrodrenagem, em especial na Região Metropolitana de SP (RMSP), pela intensa conurbação e impermeabilização de solo. São necessárias ações imediatas e urgentes para desassorear corpos d’ água do porte do Tamanduateí, ainda mais considerando o investimento e o prazo de execução serem muito menores. 
A solução “piscinão” é muito mais cara, abstraindo-se do requerido em desapropriações e da maior pegada ambiental, com ocupação, sem outros usos compartilhados, de preciosos espaços do território urbano. Os próprios piscinões carecem para sua boa operação, de corpos receptores desobstruídos. É ainda oneroso discorrer sobre o que se tem constatado na prática, em piscinões existentes, quanto a serem fonte de mau cheiro, acúmulo de lixo, atração de ratos e insetos (incluindo criadouros de Aedes aegypti).
É urgente também a reconstrução, além de altear pontilhões cruzando o rio Aricanduva, com vigamento mais estreito, de modo a não funcionarem como obstáculos nas cheias.
Na linha da infraestrutura urbana verde, é de extrema importância a implantação de novos parques e arborização. Com efeito favorável na microdrenagem,  também  são de extrema urgência ações efetivas pelos pavimentos semipermeáveis, “calçada verde”, poços de infiltração entre outras, todas de custo relativamente baixo.
O vereador Natalini está encaminhando ofício ao Governador Geraldo Alckmin e ao Prefeito João Doria solicitando providências urgentes. 
 

About natalini

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *