Secretaria do Verde e do Meio Ambiente dá início a uma força-tarefa para recuperação do parque Raposo Tavares

Na manhã desta terça-feira (10/01), o secretário Gilberto Natalini e as equipes da secretaria do Verde e do Meio Ambiente realizaram, no Parque Raposo Tavares, no Butantã, uma vistoria a fim de reconhecer as principais necessidades do local, listar as intervenções que serão realizadas e estabelecer metas para que a população volte a ter um espaço digno para o lazer e a prática de esportes.

15941234_246502625762293_5427671244935641480_n

O local encontra-se em situação precária. Entre os principais problemas encontrados estão: mato alto, banheiros saqueados e sem condição de uso, parquinhos e quadras poliesportivas e quiosques quebrados, churrasqueiras e mesas depredadas, bebedouros sem torneiras, pichações, entre outros. A falta de segurança no parque, há mais de cinco meses, mudou a imagem do local, que hoje virou lugar de vandalismo e abrigo de sete famílias em situação de rua.

15941014_246502629095626_4865415930714204781_n

Durante o encontro, que aconteceu entre o secretário Natalini, o prefeito regional Paulo Vitor Sapienza, a administração do parque e membros da comunidade, foi estabelecido que a recuperação do Raposo Tavares terá início imediato e deverá ser entregue à população no dia 25 de janeiro, no aniversário de São Paulo.
Durante todo o dia, 40 funcionários das empresas contratadas pela prefeitura realizaram as primeiras ações, como retirada de lixo, varrição, roçagem do mato e pintura.
“A Secretaria do Verde e do Meio Ambiente não vai medir esforços para recuperar este local e tantos outros que estão precisando de intervenção urgente, mas a população precisa ajudar. Se cada um fizer a sua parte, vamos conseguir manter nossos parques limpos e bonitos”, ressaltou o secretário Gilberto Natalini.
A secretária municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, Soninha Francine, também esteve presente e participou de um café da manhã com as famílias que hoje vivem irregularmente dentro do parque. Juntos, buscam medidas para retirar essas pessoas do local e levá-las a um lugar adequado.
Particularidades da região
A região do Butantã, na zona oeste da capital, conta com mais de 400 mil habitantes. Nele está localizado o Instituto Butantã, importante centro de pesquisas biomédicas do país. A partir da criação da Cidade Universitária Armando Salles de Oliveira, sede da Universidade de São Paulo, o bairro passou a se desenvolver cada vez mais.

About natalini

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.