5ª Mostra Ecofalante chega às salas de cinema em junho e se consolida como o maior Festival de Cinema Ambiental do Brasil

De março a maio deste ano, 14 mil pessoas já assistiram aos filmes e participaram de debates em universidades, colégios, Escolas Técnicas Estaduais (ETECs), entre outros espaços. Agora a Mostra chega às salas de cinema. O vereador Gilberto Natalini (PV/SP), que tem dedicado boa parte dos seus mandatos às causas ambientais,  é um apoiador irrestrito da Mostra. Natalini não pôde estar presente na abertura do evento, que aconteceu nesta 4ª feira (15/06), no Reserva Cultural, mas foi representado por sua assessora parlamentar Luciana Feldman.

mostra

Filmes recentes de diversas partes do mundo abordando questões socioambientais voltam a ocupar as salas de cinema da capital paulista no mês de abril. A 5ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental traz mais de 100 filmes, com destaque para produções contemporâneas e inéditas no Brasil. São produções do Canadá, Alemanha, Turquia, EUA, China, França, Grécia, Itália, Israel, Índia, Reino Unido, Noruega, Bélgica, Luxemburgo, África do Sul, Quirguistão, dentre outros países.

chico

O filme “O Céu e a Geleira”, mais nova produção do francês Luc Jacquet (diretor do aclamado “A Marcha dos Pinguins”), é um dos destaques da Mostra. Atração de encerramento do Festival de Cannes em 2015, o filme aborda a atuação do glaciologista francês Claude Lorius, cuja pesquisa com o gelo da Antártica ajudou a provar que o aquecimento global vem sendo provocado pela ação humana. Destaca-se também o filme Isso Muda Tudo, uma coprodução Estados Unidos/Grã-Bretanha baseada no livro da jornalista, escritora e ativista canadense Naomi Klein que tem como produtor executivo o mexicano Alfonso Cuarón (de Gravidade). Filmado ao longo de quatro anos em nove países e cinco continentes, o filme é uma tentativa épica para re-imaginar o grande desafio das alterações climáticas e tem direção de Avi Lewis, marido de Klein.
Os filmes são exibidos em salas do circuito de cinema de São Paulo: Caixa Belas Artes, Reserva Cultural, Cinemateca Brasileira, Centro Cultural São Paulo e Cine Olido. A programação é gratuita e se completa com uma série de debates com a participação de especialistas, diretores e convidados.
A 5ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental promove sessões também na Biblioteca Mário de Andrade, em Centros Educacionais Unificados (CEUs), unidades das Fábricas de Cultura, faculdades, colégios e em Escolas Técnicas Estaduais (ETECs), levando a programação para um público novo, localizado em diferentes regiões da cidade de São Paulo.

About natalini

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.