A Crise da Água após as Chuvas

O Insttituto Fernand Braudel promoveu dia 02/06, em sua sede em Higienópolis, o seminário “A Crise da Água após as Chuvas”, tendo como palestrantes os Prof’s Dr’s Jerson Kelman, presidente da Sabesp (ex-pres. Ana, Aneel e Light), Rubens La Laina Porto, prof. de hidrologia da Poli/USP e Ricardo Toledo da FAU/USP, sec. adj, de energia (ex-sec. adj. de saneamento e energia). O Instituto é um think-tank (entidade que promove discussão aprofundada de problemas e soluções para questões de interesse geral e produz conteúdo) vinculado à FAAP e dirigido pelo jornalista estaduninense Norman Gall.

3753605_x360a

Nas discussões foram expostas e debatidas as medidas de curto prazo para se enfrentar a enorme crise hídrica que se abateu sobre SP e todo Centro-Sul do país. Representou o Ver. Natalini, seu assessor de meio ambiente, Marcelo Morgado. O assessor indagou do Dr. Kelman sobre o engajamento da Sabesp em programa de recomposição da vegetação nativa na bacia de drenagem do sistema Cantareira, o principal da RMSP. Ele lembrou que o atlas do INPE e SOS Mata Atlântica de dez/214 aponta que a cobertura é exígua e vem se atribuindo a isso uma das causas das chuvas escassas.
Além disso isso provoca mais erosão e sedimentos e mais custo de tratamento na ETA. O Pres. Kelman disse estar concentrado nas ações de curto e médio prazo mas que trata-se de tema da maior relevância. O assessor também informou aos presentes que o Ver. Natalini propôs a criação de um parque nacional na Mantiqueira, na divisa SP/MG e essa iniciativa ensejou uma campanha pelo paneladepressao do MinhaSampa: Vamos salvar nossa água. Parque Nacional da Cantareira já!

About natalini

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.