Carta Capital – O sonho não morreu

Depois de muita luta, a democracia chegou, mas ainda é incapaz de produzir
justiça social, afirma o vereador Gilberto Natalini.

Eu tinha 12 anos quando o golpe derrubou o presidente João Goulart. Era estudante, cursava o ginásio, interessado em filosofia, ciências e política. A ditadura foi um susto grande para mim, minha família e amigos.
Clique aqui para ler a matéria na íntegra
 

CartaCapital270314

 

About natalini

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *