Crime Ambiental no Parque dos Búfalos que pede socorro

As matas ciliares no Parque dos Búfalos, no Jardim Apurá, Zona Sul da cidade de São Paulo estão sendo devastadas devido às queimadas que ocorrem no local. Também chamadas de matas de galeria, as matas ciliares são formações florestais ou de outros tipos de vegetação que estão presentes nas margens dos rios, córregos, lagos, riachos e igarapés.

9a28041c-d103-459a-94f3-deab2d997a8d

No Brasil, essas matas são consideradas Áreas de Preservação Permanente (APP) e, portanto, deveriam ser protegidas pelas legislações estaduais e pelo Código Florestal brasileiro. O desmatamento de mata ciliar é considerado um crime ambiental.

13177938_1002121776547726_6872291154020996732_n

Ocorre que no Parque dos Búfalos, há um gigantesco desmatamento, com significativo rebaixamento do terreno de quase meio milhão de m² para a construção do conjunto habitacional Residencial Espanha com, aproximadamente, quatro mil apartamentos que deverá ser concluído até o final de 2017.
Por seu lado, a Secretaria do Verde e do Meio Ambiente da cidade de São Paulo não vem acompanhando o andamento das obras: simplesmente delegou toda responsabilidade da área do entorno à Emmcanp, responsável pelo empreendimento.
A área de APP preservada junto à Favela da Fumaça (invasão) foi, notoriamente, reduzida com um progressivo e acelerado processo de construções em alvenaria.
O vereador Gilberto Natalini (PV) relator da CPI da Compensação Ambiental e presidente da Comissão do Meio Ambiente da Câmara paulistana já tem conhecimento das diversas irregularidades que vem ocorrem no Parque dos Búfalos e tomará as providências necessárias e cabíveis.

About natalini

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.