Silvaldo Leung, fotógrafo que registrou a imagem de Herzog morto, volta ao DOI-Codi

O Vereador Gilberto Natalini (PV), Presidente da Comissão da Verdade da Câmara Municipal de São Paulo acompanhou hoje, segunda-feira, 27, o fotógrafo Silvaldo Leung Vieira à antiga sede do DOI-Codi, na Rua Tutoia, 921, Paraíso, Zona Sul – local em que ele registrou a imagem do jornalista Vladimir Herzog, já sem vida, há quase 38 anos.

DSCN5278a

Durante a repressão militar, em outubro de 1975, o então diretor de Jornalismo da TV Cultura foi torturado até a morte por agentes do Governo em uma cela do Destacamento de Operações de Informações – Centro de Operações de Defesa Interna (DOI-Codi), na Rua Tutoia, 921, no bairro do Paraíso, em São Paulo.
Silvaldo Leung Vieira, que vive nos Estados Unidos, nunca falou com a imprensa, exceto em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo em que admitiu ter sido envolvido no fato. Ele tinha 21 anos e era aluno de um curso de fotografia da Polícia Civil à apenas 17 dias quando foi levado até a sede do DOI-Codi, para registrar a imagem de Herzog morto. A fotografia tornou-se símbolo da luta contra a repressão.
“Levar Silvaldo de volta ao DOI-Codi, após quase 38 anos, é resgatar mais detalhes do que aconteceu, realizar mais uma ação na nossa busca pela verdade, pela história que não pode ser esquecida” , diz Natalini.
Veja mais:
SPTV 2ª Edição: Fotógrafo que registrou morte de Herzog volta ao prédio do Doi-Codi
Record: Fotógrafo que registrou imagem Vladimir Herzog enforcado volta ao Brasil
G1: Fotógrafo que fez imagem de Herzog morto visita antiga sede do DOI-Codi
Portal da Câmara Municipal de São Paulo: Autor da foto de Vladimir Herzog visita dependências do DOI-Codi
Universo Jurídico: Fotógrafo do caso Herzog visita antigo prédio do DOI-Codi
Agência Brasil: Fotógrafo do corpo de Vladimir Herzog visita dependências do antigo DOI-Codi
O Globo: Autor da foto do ‘suicídio’ de Herzog tenta reconhecer local onde jornalista foi morto
Terra: Fotógrafo que registrou Herzog morto retorna ao Doi-Codi: ‘mudou tudo’

About natalini

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *